O que são despesas ordinárias?

São as despesas necessárias para a administração e manutenção rotineiras do condomínio, como limpeza e pequenos reparos, e são de responsabilidade do inquilino. Exemplos mais comuns:

  • Cota Condominial/Condomínio: é o valor que o condomínio cobra para o pagamento das despesas necessárias para o bom funcionamento do prédio como manutenção da limpeza, conservação de áreas de uso comum e pagamento dos salários de funcionários.

  • Fundo de Manutenção: é o valor que o condomínio cobra para manutenção e conservação das instalações e equipamentos hidráulicos, elétricos, mecânicos e de segurança que sejam de uso comum dos moradores. Exemplos: equipamentos de esporte e lazer, conservação de elevadores, conserto de porteiro eletrônico e antenas coletivas etc.

  • Déficit Orçamentário: é o valor rateado entre as unidades do condomínio para cobrir eventual déficit no orçamento do prédio. É comum em casos em que a cota condominial prevista em assembleia não foi suficiente para cobrir as despesas correntes de determinado mês.

  • Contas de consumo: é o valor que o condomínio cobra para o pagamento de contas de consumo de água e esgoto, gás e energia. Algumas vezes essas despesas se referem às áreas comuns, mas alguns condomínios já trazem inclusas as contas de consumo de cada imóvel.
  • Encargos trabalhistas: é o valor que o condomínio cobra para o pagamento de salários, encargos trabalhistas, contribuições previdenciárias e sociais dos empregados do condomínio. No decorrer do seu aluguel, você pode se deparar com despesas como 13º salário de funcionários, férias e rescisão.
  • Reposição do fundo de reserva: é o valor que o condomínio cobra para reposição do fundo de reserva total ou parcialmente utilizado no custeio ou complementação das despesas referidas nos itens anteriores.
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
Powered by Zendesk